×

Data centers em órbita? A Edge Computing baseada no espaço recebe um impulso

Data centers em órbita? A Edge Computing baseada no espaço recebe um impulso

Empresa que usará Alcântara assina contrato para lançamento de datacenters ao espaço

A OrbitsEdge, uma empresa de colocation de satélites, se uniu à startup de foguetes híbridos Vaya Space enquanto planeja operar pequenos data centers no espaço. Normalmente, a computação de borda busca aproximar os dados dos usuários. No entanto, a OrbitsEdge tem uma estratégia de negócios distinta. Em colaboração com a Hewlett Packard Enterprise e outros fornecedores, a OrbitsEdge criou um data center de computação de alto desempenho (HPC) que será lançado em órbita terrestre baixa (LEO) para processar e analisar dados gerados no espaço. O data center será alojado dentro de um satélite na forma de um rack compacto. Consequentemente, o Vaya Space vem para trazer os data centers para o espaço. O ex-comandante do ônibus espacial Sid Gutierrez fundou a Vaya em 2017 e criou um design inovador de foguete híbrido que usa grãos de combustível impressos em 3D feitos de termoplásticos reciclados.

A empresa pretende lançar sua primeira viagem orbital em 2023, depois de testar seu veículo de lançamento em janeiro com um voo suborbital da Califórnia.

“A Vaya ganhou forte impulso no último trimestre, ultrapassando muitos de nossos concorrentes anteriores que se aproximaram do setor espacial com tecnologia legada… Este é o terceiro grande acordo que anunciamos em tantos meses, já que os provedores de satélite têm se voltado cada vez mais para nós para atender às suas necessidades de lançamento. Estamos ansiosos para apoiar a Orbits Edge à medida que eles implantam sua nova e inovadora tecnologia para computação no espaço acima da nuvem”

Disse Jack Blood, diretor comercial da Vaya Space

Com o uso da computação de borda, a OrbitsEdge espera diminuir o atraso de transmissão e as restrições de largura de banda que acompanham a introdução de grandes volumes de dados de satélite na Terra para processamento.

“O OrbitsEdge é o extremo absoluto do que é possível com a tecnologia HPE… O fato de que você pode confiar em nossos sistemas no melhor ambiente de luzes apagadas no espaço fala muito”

Disse Keenan Sugg, arquiteto de soluções da HPE.

O OrbitsEdge pode realizar computação de borda “aérea” para clientes terrestres em locais onde um data center típico não está disponível, bem como se comunicar com outros satélites para coletar e processar seus dados. A empresa vê oportunidades no descarregamento e armazenamento de dados de satélite de Observação da Terra, transformando-os em imagens instantaneamente utilizáveis e transmitindo os resultados diretamente aos usuários finais no campo.

A Vaya Space foi uma das empresas que ganhou o edital para utilização da Base de Lançamentos de Alcântara

A Esquerda um prototipo de Datacenter espacial, a direita uma representação gráfica do foguete Dauntless da Vaya Space

Share this content:

Publicar comentário