×

Entenda mais sobre o Investimento MILIONÁRIO da FINEP no Programa Espacial Brasileiro

Entenda mais sobre o Investimento MILIONÁRIO da FINEP no Programa Espacial Brasileiro

Em 2022, a Financiadora de Estudos e Projetos, FINEP, em parceria com a Agência Espacial Brasileira, AEB, criaram a Subvenção Econômica à Inovação do Veículo lançador de pequeno porte para lançamento de nano e/ou
microssatélites
, esse projeto tinha como objetivo investir no desenvolvimento de um foguete de pequeno porte privado para colocar o Brasil na corrida espacial do século 21

Esse tipo de projeto é muito comum, tanto que a NASA abriu varios projetos desse tipo, por exemplo: Human Landing Systems (HLS), Commercial Crew Program e Commercial Resupply Services; Todos esse projetos foram a base de financiamento para os atuais programas espaciais como os da SpaceX

Os programas de Subvenção Econômica à Inovação são programas em que o governo investe dinheiro, sem previsão de retorno, para que o mercado desenvolva uma nova tecnologia e que o governo seja cliente dessa tecnologia até ela se tornar economicamente independente

Ministra de Ciência e Tecnologia com os representantes das empresas ganhadoras

O VLPP

O VLPP é o Veículo Lançador de Pequeno Porte, esse projeto visa buscar na industria nacional um Veículo lançador para servir ao Programa Espacial Brasileiro, o Brasil vem desenvolvendo o VLM, veículo lançador de microssatélites a mais de 10 anos sem resultados concretos, mas o país precisa de acesso ao espaço por questões de soberania, então foi ai que esse programa de investimentos foi criado

Segundo o Edital do programa de Subvenção Economica, são considerados Veículos de pequeno porte o veículo lançador com capacidade de lançar nano e/ou microssatélites em órbita baixa. Define-se órbita baixa, no âmbito deste edital, a órbita com perigeu não inferior a 200 km e apogeu de até 1000 km.

As especificações técnicas requisitadas no edital são:

  • São requisitos obrigatórios:
    • Desenvolvimento de veículo, com capacidade de lançar pelo menos 5 kg de carga-útil na órbita circular equatorial de 450 km.
    • Desenvolvimento de meios operacionais para o lançamento do Veículo de pequeno porte.
    • Poderão ser utilizados meios operacionais existentes, desde que devidamente autorizados pelas entidades detentoras destes meios.
    • Desenvolvimento de veículo e realização da operação de lançamento atendendo a todos os requisitos de segurança do campo de lançamento.
    • Projeto, qualificação e construção de pelo menos dois protótipos de voo em território nacional.
    • Realização de suas operações de lançamento, a partir do território nacional.
  • Diferenciais competitivos preferíveis, mas não obrigatórios:
    • Lançamento simultâneo de múltiplos nanossatélites.
    • Capacidade de efetuar a reentrada antecipada do seu último estágio na atmosfera (evitar detritos espaciais).
    • Atendimento a todo o espectro de inclinações, desde inserção em órbitas de baixa inclinação (equatoriais) até órbitas polares e heliossíncronas.
    • Potencial de evolução/crescimento das suas capacidades em massa de carga-útil e precisão de inserção orbital.
    • Utilização de sistemas e equipamentos desenvolvidos ou em desenvolvimento em programas paralelos no âmbito do PEB.
    • Melhor precisão de inserção em órbita.
    • Melhor relação custo por quilo de carga útil inserida em órbita.
    • Maior eficiência da operação de lançamento em termos de custo, quantidade de recursos humanos envolvidos na atividade “on-site” e tempo de preparação e de lançamento.

Das Empresas

Foram 5 consórcios participantes:

  • Liderado por:
    • AVIBRAS INDÚSTRIA AEROESPACIAL S.A.
  • Coexecutoras:
    • CASTRO LEITE CONSULTORIA LTDA ME.
    • EDGE OF SPACE IND., COM., ASS. E ENG. LTDA.
    • LEGADO USINAGEM LTDA.
    • ORBITAL ENGENHARIA S.A.
    • PION LABS ENGENHARIA LTDA.

  • Liderado por:
    • CENIC ENGENHARIA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
  • Coexecutoras:
    • CONCERT TECHNOLOGIES S.A.
    • SCHELIM ENGENHARIA EIRELLI.
    • PLASMAHUB AMBIENTAL IND. ENG. EXP. E IMP. LTDA.
    • ETSYS INDÚSTRIA E TECNOLOGIA EM SISTEMAS LTDA.

  • Liderado por:
    • AKAER ENGENHARIA S.A.
  • Coexecutoras:
    • ACRUX LTDA.
    • BRENG ENGENHARIA E TECNOLOGIA LTDA.
    • ESSADO DE MORAIS LTDA.

  • Liderado por:
    • SIATT – ENGENHARIA, INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
  • Coexecutoras:
    • TURBOMACHINE VEICULOS E MOTORES LTDA.
    • HYPERLIFT – AEROSPACE & DEFENSE LTDA.
    • DELTAV ENGENHARIA ESPACIAL LTDA.
    • ALKIMAT TECNOLOGIA LTDA – EPP.
    • ORSATTI E PINHEIRO ENGENHARIA LTDA – EPP.
    • AUTAZA TECNOLOGIA S.A.
    • ADVANTAGE ENGENHARIA LTDA.

  • Liderado por:
    • C6 SISTEMAS DE LANÇAMENTO E SERVIÇOS DO BRASIL LTDA
  • Coexecutoras:
    • GNC SISTEMAS CRITICOS LTDA.
    • MIRA ARTIS PRODUTOS ESTRATÉGICOS.
    • GLOBO CENTRAL DE USINAGEM LTDA.

De todas essas empresas participantes, Somente os consórcios liderados pela Avibrás, Cenic Engenharia e Akaer Engenharia foram finalistas da seleção

Empresas selecionadas

Polemica da Avibrás

A Avibrás vem passando por um momento difícil, a empresa entrou em recuperação judicial com possibilidade de falencia, com isso a empresa não se provou financeiramente capaz de cumprir com o projeto

Empresas Vencedoras

Com isso a Cenic Engenharia e a Akaer Engenharia venceram e juntas recebem 370 milhões de reais

Resultado Final

A Cenic Engenharia ficou com 192 milhões de reais e a Akaer com 185,3 milhões, a Cenic não divulgou como será seu projeto, porém ela ja é conhecida por participar do desenvolvimento do SGDC, Amazônia-1, Programa CBERS entre outros, porém a Akaer divulgou sobre seu projeto:

Projeto da Akaer

A empresa Acrux, parte do Consorcio da Akaer, vinha a certo tempo desenvolvendo os seus veículos lançadores Montenegro, mas sem orçamento para concluir, mas ao se juntar nesse consórcio o projeto da família de foguetes montenegro finalmente pode sair do papel

O foguete que será desenvolvido primeiramente com o dinheiro desse edital é o Montenegro MK-1 que usará os motores do segundo estágio do foguete VSB-30 (Motores S-30) e o motor do foguete Sonda 2 (S-20) e está previsto o lançamento de 2 protótipos

Polémica

Uma das principais polémicas desse projeto é a carga util mínima exigida pela FINEP, 5Kg é um peso muito pequeno que permitiria o foguete levar apenas 1 cubesat 2U no máximo, porém esse edital é sobre o desenvolvimento da tecnologia espacial, e cabe as empresas, após adquirirem Know how Na area de veículos lançadores e avançarem o desenvolvimento espacial brasileiro

Outra polémica é sobre o VLM, esse projeto passa a anos por uma questão de falta de orçamento, e por culpa da falta de orçamento o projeto está atrasado, e o atraso obrigou a FINEP a criar esse edital com orçamento suficiente para tirar o VLM do papel

Nos resta aguardar como se prosseguirá esse desenvolvimento e saber se o orçamento foi bem investido

Share this content:

14 comentários

comments user
Anônimo

Excelente explicação sobre esse investimento milionário! Esperamos que o projeto seja levado a sério e que esses foguetes tenham competitividade com o mercado. Precisamos de um projeto sustentável!

comments user
alineakynno

Excelente explicação sobre esse investimento milionário! Esperamos que o projeto seja levado a sério e que esses foguetes tenham competitividade com o mercado. Precisamos de um projeto sustentável!

comments user
Anônimo

Vejo com certa preocupação duas empresas vencedoras de um mesmo edital, com orçamentos semelhantes. Muito provável que desenvolverão produtos equivalentes e concorrentes, quando o correto seria ter feito dois editais distintos, com especificações distintas, permitindo o Brasil dispor de uma família de VLPPs. A AEB novamente falhando no seu propósito. Como diz o artigo, só nos resta torcer para que os recursos sejam corretamente aplicados.

    comments user
    Raul Carlos

    a AEB ta sim criando veículos concorrentes tal qual a NASA quando contratou a Boeing pra fazer a Starliner e a SpaceX para fazer a Crew Dragon, ou quando contratou a Cargo Dragon e a Cygnus para reabastecer a ISS

comments user
Anônimo

Perfeito Carlos. Neste caso, o edital deveria ter sido preparado com esse propósito. Como o projeto da Cenic não teve o seu conceito publicado, neste momento não temos elementos para confirmar se teremos dois produtos concorrentes de conceitos diversos, e a realidade futura mostraria qual deles seria o melhor. Se este for o propósito, não é de todo ruim. A conferir. Mas um ponto importante: Deixar a Avibrás finalizar o desenvolvimento do S-50 antes de abraçar um outro projeto foi uma decisão extremamente acertada. Senão correríamos o risco de não ter nenhum dos dois.

comments user
Arthur_GamesYT20

É muito bom o Brasil começar a entrar na area privada. Capaz de lançar primeiro que o VLM o foguete da Akaer.

comments user
Arthur_GamesYT20

E bom ter uma concorrência, vai fazer as duas brigarem para ver quem faz primeiro.

comments user
Anônimo

Numa declaração recente do presidente da AEB(dez/23), ele sugere que a carga útil esperada para o VLPP é acima de 50 kgf, tendo o objetivo de orbitar vários cubesats brasileiros num único lançamento. Isso será possível porque as propostas apresentadas superavam significativamente os requisitos do edital da FINEP. Não está claro nas declarações se tal capacidade (50kgf) se aplica aos dois consórcios vencedores. A configuração proposta pela Cenic até o momento não foi tornada pública, enquanto a da Akaer é baseada no conhecido Montenegro I da Acrux, cuja capacidade de payload nas condições do edital dificilmente chegará a esse valor. Importante que a AEB torne público o que especificamente será o produto a ser entregue por cada um dos consórcios, de sorte que a sociedade saiba o objetivo de cada um deles.

comments user
fotograf

Całkiem ciekawy artykuł, na pewno jeszcze będę zaglądał na
tę stronę.

comments user
nylons

Tights, an essential element of style since mid-20th century, blend fashion with
functionality. Combining stockings with panties in a single garment, they
provide a seamless solution for smooth and sleek appearance.
They conceal blemishes and imperfections, enhance blood flow, and provide gentle support for long
days. With options ranging from sheer to opaque, pantyhose
offer endless possibilities for self-expression. Even in men’s fashion, pantyhose have
practical uses, especially in performing arts. Despite the trend towards casual attire,
these garments continue to be valued for their
timeless elegance. In professional or formal settings, for special events, or simply out of personal choice,
women still choose to wear pantyhose, maintaining their status
as a timeless accessory.

comments user
my site

Hey there! Great post! It was a pleasure to come across this.

Keep up the good work. Cheers!

comments user
click here

Hello! Great post! Thanks for sharing such insightful information.
Looking forward to more from you. Have a great
day!

comments user
My blog

Detailing samochodu to całościowy zestaw czynności czyszczenia i przywracania
auta, który ma na celu odtworzenie mu najlepszego wyglądu oraz także zachowanie jego cenności.

Ta specjalistyczna usługa nie wyłącznie skupia się tylko do podstawowego
mycia pojazdu, ale koncentruje się na eliminowaniu wszystkich brudu i uszkodzeń z
powierzchnii, zarówno z zewnątrz, jak i wewnątrz.

Pierwszym etapem w auto detailing jest dokładne usunięcie karoserii z wszelkich plam, owadów a także
wszelkich innych zabrudzeń. Wykorzystuje się do tej czynności profesjonalne detergenty oraz
narzędzia, które gwarantują dokładne i bezpieczne oczyszczanie.
Następnie etapie taki może obejmować usuwanie rys, nadawanie połysku powierzchni lakieru oraz zabezpieczanie go woskami
lub ceramicznymi powłokami, które zapewniają trwałą ochronę przed wpływem czynników atmosferycznych.

Wnętrze pojazdu też jest poddawane dokładnej obróbce.
Eliminuje się wszelkie zabrudzenia z powierzchni tapicerki,
dywaników, deski rozdzielczej oraz pozostałych wnętrza.

Ponadto, dokładnie czyszczą się i odświeża się skórzaną tapicerkę, a także przeprowadza się dezynfekcję oraz odświeżenie całkowitego wnętrza, aby zapewnić najwyższy komfort
podróżowania.

Auto detailing to nie wyłącznie czyszczenie, ale także seria czynności,
który ma na celu

przywrócenie blasku i piękna pojazdu. Dzięki tej
praktyce samochód wygląda świeżo po wyjeździe z
salonu, a jego wartość rynkowa zwiększa się.
Ponadto, systematyczne detailing może przyczynić się do zwiększenia trwałości lakieru a także
komponentów wnętrza, co wpływa na bardziej długoterminową żywotność pojazdu.

Profesjonalne usługi czyszczenia samochodów są oferowane w specjalistyczne, które dysponują odpowiednimi narzędziami, specjalistycznymi środkami
czyszczącymi, a także doświadczeniem, w celu zapewnienia profesjonalną i
efektywną opiekę samochodu. Wśród wielu entuzjastów samochodów detailing samochodów jest nie wyłącznie niezbędnością,
ale także sposobem na podkreślenie charakteru i troskę o
swój pojazd.

comments user
Hentai Twitter

Wow, this website is absolutely incredible! It’s so
interesting and definitely worth checking out. I’m impressed by the
informative content and accessible design. Keep up the fantastic work!

Publicar comentário